Basquete

Molina confirma 11 equipes na edição de 2019 da Liga de Basquete Feminino

De acordo com o presidente Ricardo Molina, a edição de 2019 Liga de Basquete Feminino (LBF CAIXA) terá 11 equipes em quadra: Vera Cruz/Campinas, Basketball Santo André/APABA, Ituano FC, São Bernardo/Instituto Brazolin/Unip, Poty/BAX Catanduva, os ‘caçula’ Sesi Araraquara e Pró-Esporte/Sorocaba (todos de São Paulo); Sampaio Basquete (Maranhão), Blumenau (Santa Catarina), Uninassau (Pernambuco) e a também ‘caçula’ LSB (Rio de Janeiro).

“Nossa gestão gosta de ousadia, novidades e vamos procurar inovar sempre. Além da qualidade dos jogos, já temos um crescimento do número de equipes e estamos agregando novas praças à competição. Essas novas equipes estarão na LBF por acreditarem neste novo trabalho e por enxergarem que o Basquete Feminino volta a gerar interesse e transmitir credibilidade”, relatou Molina.

“Acredito muito que as equipes também serão ousadas nas contratações, já que para 2019 estamos custeando além de arbitragem, as passagens aéreas das equipes, reduzindo muito os custos das equipes com a estrutura para disputa da competição”, complementou Ricardo, salientando que a tabela será divulgada em janeiro de 2019.

Com essas iniciativas, a expectativa para a próxima competição é manter o quadro evolutivo e seguir agregando conceitos e valores importantes ao campeonato, mantendo e incrementando as importantes ações sociais. “A edição 2018 trouxe um salto de qualidade, com a transmissão de todas as partidas da fase inicial e dos playoffs pela WEB – mantida para 2019 -, transmissões semanais em TV aberta após 20 anos de ausência, além da fase final exibida pelo SporTV, parceiro de mídia já confirmado para 2019”, acrescentou Molina.

Em 2018, no âmbito social e educacional, a Liga de Basquete Feminino (LBF) premiou a equipe com o melhor projeto social, além de ter levado a LBF nas Escolas para 23 instituições de ensino das cidades com equipes na competição, alcançando mais de oito mil crianças e adolescentes.

O Jogo das Estrelas (‘JdE’), realizado no mês de abril, em Santo André (SP), foi outro grande sucesso, com ginásio lotado e grande audiência com o primeiro torneio de Enterradas Feminino do país, realizado através de parceria com a Unicamp, que analisou a altura do aro para a categoria.

“Para 2019, pretendemos surpreender. Com certeza, teremos a segunda edição do Torneio de Enterradas Feminino, dentro do Jogo das Estrelas (‘JdE’ – 2019), além de outras novidades que estamos preparando com muito carinho. Podem aguardar”, completou Molina.

Administrativamente, em 2018, a Liga de Basquete Feminino foi certificada com o ISO 9001: 2015 de Sistema de Gestão da Qualidade, que padronizou os seus processos internos.

Fonte: Databasket

Click to comment

Responder

Your email address will not be published. Required fields are marked *

To Top