Atletismo

Corrida de Rua da Gazeta de Piracicaba tem domínio de atletas de Americana

A 9ª Corrida de Rua da Gazeta de Piracicaba , realizada domingo (20), teve amplo domínio dos atletas de Americana, que garantiram presença no topo do pódio. A prova reuniu cerca de 2 mil atletas.

Com trajetos de 5,5 quilômetros e 10 quilômetros para corrida, além da caminhada, os participantes largaram de dentro do Engenho e, logo em seguida, seguiram sentido bairro Nova Piracicaba, passando pelas avenidas Cruzeiro do Sul e Paulista.

Nos 5km, Catharine Ludmila Fidencio Alves, (S2 Assessoria Esportiva), com o tempo de 22m01s sagrou-se bicampeã. Destaque também para Rosina Alves Maiochi (Turtle Sports), que ficou na 3ª colocação com 23min46s.

Nos 10km, Natália Regina Painelli Michelim (S2 Assessoria Esportiva), com 39m09s e Adilson Rogério da Silva (Top Training) com 34m18s sagraram-se campeões.

Catharine Alves, vencedora dos 5,5km comemorou muito o bicampeonato. “Em 2014 eu ganhei a Corrida da Gazeta, foi meu primeiro ano ‘competindo’ e foi a primeira corrida que fui campeã. Não estava tão preparada, foi somente uma certeza que era isso que eu queria fazer e que estava no caminho. Esse ano é mais que especial, venho me preparando a cada dia para baixar os segundos e mesmo em uma prova com condições adversas, eu consegui ser campeã e bater meu tempo”, declarou

Natália Painelli também comemorou a vitória nos 10km. Esta foi sua segunda participação sendo que, em 2015, ficou com o segundo lugar. “Larguei na frente e mantive um ritmo forte. Senti um pouco de dificuldades no trajeto de terra por causa do barro, mas mantive o ritmo. Estou muito feliz com meu resultado”, disse.

Adilson da Silva, campeão dos 10km contou que fez uma largada com um ritmo forte, sempre buscando ficar distante do segundo colocado, André Souza que fez o tempo de 35min10s contra os 34min18 do vencedor. “Conheço bem o André e desta forma optei em tentar me distanciar. Assim ele começou a se preocupar com o terceiro durante o trajeto. E deu certo”, comemorou.

Técnico em enfermagem e com 43 anos de idade, Adilson afirmou que embora treine diariamente entre 15 e 20 quilômetros, não segue nenhuma dieta específica. “Faço milagre. Não tenho dinheiro para comprar suplementos ou frequentar academia. Simplesmente gosto de correr, não tenho patrocínio”, encerrou.

Texto: Sanderson Barbarini
Fotos créditos: Christiano Diehl Neto e Alexandre Nascimento

Click to comment

Responder

Your email address will not be published. Required fields are marked *

To Top